Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular

Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular
Use o Leitor QR Code do seu celular para abrir o link do blog no seu aparelho celular móvel

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Última Lembrança - Leopoldo Rassier (música)


Eu hei de amar-te sempre, sempre além da vida
Eu hei de amar-te muito além do nosso adeus
Eu hei de amar-te com a esperança já extinguida
De que meus lábios possam ter os lábios teus

Quando eu morrer permita Deus que nesta hora
Ouças ao longe o cantar da cotovia
Será minh'alma que num canto triste chora
E nessa mágoa o teu nome pronuncia

(Eu viverei eternamente nos cantares
Dos pobres loucos que dos versos fazem o ninho
Eu viverei para a glória dos pesares
Onde quase sucumbi nos teus carinhos)

Eu viverei no violão que a noite tomba
Ante a janela da silente madrugada
Eu viverei como uma sombra em tua sombra
Como poesia em teu caminho derramada

Nem mesmo o tempo apagará nossos amores
Que floresceram de uma ilusão febril e mansa
Eu viverei como uma sombra em tua sombra
Mas te levando em minha última lembrança

Rádios Web

Rádios Web
Clique no rádio para conferir as rádios web gaúchas

Pesquise no blog

Tradicionalista amigo!

Mande seu comentário, crítica, elogio ou sugestão para o e-mail: tradicionalismosemfronteiras@yahoo.com.br. Leia ou peça letras de música, vídeos, poesias, lendas e histórias.

Traduza o Blog Tradicionalismo Sem Fronteiras para línguas além fronteiras

SIGA-NOS PELO E-MAIL

Visualizações de página desde Junho de 2010