Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular

Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular
Use o Leitor QR Code do seu celular para abrir o link do blog no seu aparelho celular móvel

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Todo Mundo Veio pro Rodeio - Elton Saldanha (Música)

Todo mundo veio pro rodeio
todo mundo veio
todo mundo veio
eu vim porque sou da lida
laço, pealo e gineteio. (bis)

Bamo que bamo, que bamo cavalo
bamo, sem rumo
bamo que bamo, que bamo cavalo
na voz de bamo se fumo.

Eu passo toda a semana
emalando os meus arreios
segunda, afio as esporas
na terça eu engraxo o reio
na quarta eu afofo um pelego
pra botar num corpo alheio
na quinta eu tempero a canha
na sexta eu vou pro rodeio.

Um armadão de oito metro
eu empurro e faço um floreio
se vai nas guampas é dez pontos
se vai nos pulso é um boleio
cavalo não me derruba
nem que se parta no meio
fica um pé em cada pedaço
e o recavém nos arreios.

Todo mundo veio pro rodeio
todo mundo veio
todo mundo veio
eu vim porque sou da lida
laço, pealo e gineteio. (bis)

Eu hoje tô com vontade
de tirá as cosca de um touro
minhas esporas com fome
querem churrasco com couro
que lindo ganhar este prêmio
e botá tres dentes de ouro
e amanhecer na bailanta
dançando e tomando soro
hoje eu chacoalho a barraca
na santa paz do Senhor
segunda eu volto pro rancho
com duas maçãs do amor
e tiro a véia prum xixo
só de lenço e tirador
a Bandeira do Rio Grande
vai ser nosso cobertor.

Todo mundo veio pro rodeio
todo mundo veio
todo mundo veio
eu vim porque sou da lida
laço, pealo e gineteio. (bis)

Rádios Web

Rádios Web
Clique no rádio para conferir as rádios web gaúchas

Pesquise no blog

Tradicionalista amigo!

Mande seu comentário, crítica, elogio ou sugestão para o e-mail: tradicionalismosemfronteiras@yahoo.com.br. Leia ou peça letras de música, vídeos, poesias, lendas e histórias.

Traduza o Blog Tradicionalismo Sem Fronteiras para línguas além fronteiras

SIGA-NOS PELO E-MAIL

Visualizações de página desde Junho de 2010