Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular

Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular
Use o Leitor QR Code do seu celular para abrir o link do blog no seu aparelho celular móvel

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

CATEGORIAS > Vídeos > Vídeos de Dança > Danças Folclóricas > Chimarrita

Chimarrita

Dança folclórica gaúcha trazida para o Sul do Brasil pelos colonos portugueses no século XVIII. A "Chamarrita", esta dança era então popular no Arquipélago dos Açores e na Ilha da Mandeira. Desde a sua chegada ao Rio Grande do Sul, a "chamarrita" foi-se amoldando às subsequentes gerações coreográficas, e chegou mesmo a adotar, em princípios de nosso século, a forma de dança de pares enlaçados, como um misto de valsa e chotes. Do Rio Grande do Sul (e de Santa Catarina) a dança passou ao Paraná, a São Paulo, bem como às províncias argentinas de Corrientes e Entre-Rios, onde ainda hoje são populares as variantes "Chamarrita" e "Chamame". A corruptela "Chimarrita" foi a denominação mais usual desta dança, entre os campeiros do Rio Grande do Sul.

Em seu feitio tradicional, é dança de pares em fileiras opostas. As fileiras se cruzam, se afastam em direções contrárias e tornam a se aproximar, lembrando as evoluções de certas danças tipicamente portuguesas.

Chimarrita, vou cantar
Que ainda hoje não cantei
Chimarrita, vou cantar
Que ainda hoje não cantei
Deus me de muito boa noite
Que inda hoje não lhe dei
Deus me de muito boa noite
Que inda hoje não lhe dei

Chimarrita, morreu onteu
Ontem mesmo se enterrou
Chimarrita, morreu onteu
Ontem mesmo se enterrou
Quem falar da chimarrita
Leva o fim que ela levou
Quem falar da chimarrita
Leva o fim que ela levou

Chimarrita que eu canto
Veio de cima da serra
Chimarrita que eu canto
Veio de cima da serra
A pular de galho em galho
até chegar na minha terra
A pular de galho em galho
até chegar na minha terra

Rádios Web

Rádios Web
Clique no rádio para conferir as rádios web gaúchas

Pesquise no blog

Tradicionalista amigo!

Mande seu comentário, crítica, elogio ou sugestão para o e-mail: tradicionalismosemfronteiras@yahoo.com.br. Leia ou peça letras de música, vídeos, poesias, lendas e histórias.

Traduza o Blog Tradicionalismo Sem Fronteiras para línguas além fronteiras

SIGA-NOS PELO E-MAIL

Visualizações de página desde Junho de 2010