Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular

Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular
Use o Leitor QR Code do seu celular para abrir o link do blog no seu aparelho celular móvel

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Na Baixada do Manduca - Jorge Guedes (Música)


Lá na Baixada do Manduca
hay reboliço de china
três guitarras orientales
e uma gaita corrientina
e o biriva rio grandense
com toadas lisboinas.

E dê - lhe mate pelos cantos
no compasso da chamarra
entra Juca e sai Manduca
e dê - lhe cordeona e guitarra.

E dê - lhe mate pelos cantos
no compasso da chamarra
entra Juca e sai Manduca
e dê - lhe cordeona e guitarra.

O chinaredo lá da estância
se "aprepara" já faz dias
segundo Siá Basilícia
vai trazer várias famílias
prá escutar o Dom Ortaça
e o gaiteiro Malaquias
e o cantor da Bossoroca
que canta com galhardia.

E dê - lhe mate pelos cantos
no compasso da chamarra
entra Juca e sai Manduca
e dê - lhe cordeona e guitarra.

E dê - lhe mate pelos cantos
no compasso da chamarra
entra Juca e sai Manduca
e dê - lhe cordeona e guitarra.

Jaguarão Chico e Vichadeiro
se alvorotou a peonada
do caseiro ao capataz
todos de bota ensebada
e o careca Zaragosa
nem liga prás gineteada.

E dê - lhe mate pelos cantos
no compasso da chamarra
entra Juca e sai Manduca
e dê - lhe cordeona e guitarra.

E dê - lhe mate pelos cantos
no compasso da chamarra
entra Juca e sai Manduca
e dê - lhe cordeona e guitarra.

A prendinha Ana Luiza
filha do nosso patrão
já encargo água de cheiro
vinda de outros rincão
e um delantal colorado
partido de sua opinião.

E dê - lhe mate pelos cantos
no compasso da chamarra
entra Juca e sai Manduca
e dê - lhe cordeona e guitarra.

E dê - lhe mate pelos cantos
no compasso da chamarra
entra Juca e sai Manduca
e dê - lhe cordeona e guitarra.

Rádios Web

Rádios Web
Clique no rádio para conferir as rádios web gaúchas

Pesquise no blog

Tradicionalista amigo!

Mande seu comentário, crítica, elogio ou sugestão para o e-mail: tradicionalismosemfronteiras@yahoo.com.br. Leia ou peça letras de música, vídeos, poesias, lendas e histórias.

Traduza o Blog Tradicionalismo Sem Fronteiras para línguas além fronteiras

SIGA-NOS PELO E-MAIL

Visualizações de página desde Junho de 2010