Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular

Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular
Use o Leitor QR Code do seu celular para abrir o link do blog no seu aparelho celular móvel

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Das Coisas Simples da Gente - César Oliveira (Música)


Uma gaita de botão um candeeiro enfumaçado

Um bailezito ajeitado num ranchito de torrão

Onde a própria evolução se apeia de madrugada

Matando a sede na aguada da mais pura tradição

Um rangido de basteira cantiga de correr boi

Num tempo que ano se foi pois tem alma de fronteira

A velha pampa campeira de repente se agiganta

Quando um índio abre a garganta numa marca galponeira

São coisas simples que falo do jeito da minha gente

Que levanta o continente antes do canto do galo

Bebe apojo do gargalo da noite negra chirua

Trança tentos ronda luas e faz pátria de a cavalo

Um aparte campo a fora de salta grama pra cima

E um ovelheiro da estima troteando abaixo da espora

Uma guitarra que chora numa coplita sentida

Misturando vida e lida com a fé em Nossa Senhora

Um buenas bem macanudo num saludo de fronteira

Um êra êra tropeiro um sovéu dos cabeludo

Um pingaço topetudo pra um domingo de carreira

E uma chinoca faceira bonita acima de tudo


Rádios Web

Rádios Web
Clique no rádio para conferir as rádios web gaúchas

Pesquise no blog

Tradicionalista amigo!

Mande seu comentário, crítica, elogio ou sugestão para o e-mail: tradicionalismosemfronteiras@yahoo.com.br. Leia ou peça letras de música, vídeos, poesias, lendas e histórias.

Traduza o Blog Tradicionalismo Sem Fronteiras para línguas além fronteiras

SIGA-NOS PELO E-MAIL

Visualizações de página desde Junho de 2010