Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular

Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular
Use o Leitor QR Code do seu celular para abrir o link do blog no seu aparelho celular móvel

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Depois da Lida - César Oliveira (Música)


No ranchito já me espera a companheira

Com um amargo bem cevado só pra mim

E na estrada quando ela vê a poeira

Fica feliz porque meu dia chega ao fim.

Me recebe com um sorriso cristalino

E já endaga como está o meu cansaço

Então eu digo que me sinto um menino

Quando estou no aconchego dos seus braços.

E me beija perguntando do meu dia

E me diz em um segundo o que fez

A saudade é tanta que parecia

Que ela nao me via a mais de um mês.

A noite quente vem chegando sorrateira

E seu olhar já atiça meus sentidos

Ela insinua que existe uma mulher

Toda minha dentro do vestido.

Prometo tanta coisa pra minha linda

Até arco-íris cheio de cor

Mas ela sabe que minha fortuna

Se resume só no meu amor.

A melodia seresteira nas aguadas

Pede garupa no lombo do vento

E nos faz uma serenata campeira

Quando entra pelo rancho a dentro


Rádios Web

Rádios Web
Clique no rádio para conferir as rádios web gaúchas

Pesquise no blog

Tradicionalista amigo!

Mande seu comentário, crítica, elogio ou sugestão para o e-mail: tradicionalismosemfronteiras@yahoo.com.br. Leia ou peça letras de música, vídeos, poesias, lendas e histórias.

Traduza o Blog Tradicionalismo Sem Fronteiras para línguas além fronteiras

SIGA-NOS PELO E-MAIL

Visualizações de página desde Junho de 2010