Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular

Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular
Use o Leitor QR Code do seu celular para abrir o link do blog no seu aparelho celular móvel

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Dueto das Invernias - César Oliveira (Música)


O inverno chegou guasqueando

Rebencaços de Minuano

Sapecando o couro paisano

E o tapete das sesmarias

Veio arrepiar o pêlo

Do "egüêdo" no socado

Assoviando no aramado

O dueto das invernias

Esta aragem sulina

que se agranda a "encaranga"

Esbarra num bichará

E no meu cabungo tapeado

Faz talarear compassado

As rosetas das "espuelas"

Rebojando a "pontesuela"

Na franja do meu gateado

Um velo branco descamba

Pelo lombo das canhadas

Com apojos de alvoradas

Desaguachada em sereno

Num trotezito tranqueado

O vento tosta a macega

Calando a geada sem trégua

No repechar do terreno

Com meia braça de sol

A tarde bolca mermando

E a noite se arranchando

Sombreia várzea e coxilha

O sopro que vêm dos "Andes"

Vara a quincha do galpão

Mas se trompa com os tição

Fogoneando coronilhas

Então encosto o porongo

Ao pé da guacha cambona

Sobre as abas da carona

Dou de mão na botoneira

No templo de picumãs

Aqueço sonhos e segredos

Desentanguindo meus dedos

No braseiro das ilheiras

É assim que um fronteiro

"Aquebranta" as invernias

"Aclimatando" as sinfonias

De rangir "paysandu" em potros

Há um pai-de-fogo que guarda

A alma bugra no templo

Ou vem por diante dos tentos

Num rancho marca piloto


Rádios Web

Rádios Web
Clique no rádio para conferir as rádios web gaúchas

Pesquise no blog

Tradicionalista amigo!

Mande seu comentário, crítica, elogio ou sugestão para o e-mail: tradicionalismosemfronteiras@yahoo.com.br. Leia ou peça letras de música, vídeos, poesias, lendas e histórias.

Traduza o Blog Tradicionalismo Sem Fronteiras para línguas além fronteiras

SIGA-NOS PELO E-MAIL

Visualizações de página desde Junho de 2010