Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular

Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular
Use o Leitor QR Code do seu celular para abrir o link do blog no seu aparelho celular móvel

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Quando a Alma abre as Porteiras - César Oliveira (Música)


Quando o coração dentro do peito corcoveia

Esporeado pela mansa voz de uma mulher

A alma abre as porteiras nessa hora

E um sentimento grita ao vento que te quer.

Colho uma rosa no jardim do teu sorriso

E busco um segredo em teu olhar

Mas os misterios que trrazes dentro de ti

São tão profundos pra os meus olhos alcançar.

Eu só quero te tocar com meus carinhos

E sentir que não és mais uma ilusão

Tu reascendestes o sol do meu caminho

Foste apaganddo lentamente a solidão.

A tropilha dos meus sonhos aporreados

Foi no rastro daquela estrela que caiu

Hoje repousa nos braços do passado

Enterrada em alguma curva deste rio.

E quando aurora vem cevar meu mate

Tenho a certeza que não vou matear solito

Pois minha linda é parceira dos amargos

E transformou meu amanhecer bem mais bonito.


Rádios Web

Rádios Web
Clique no rádio para conferir as rádios web gaúchas

Pesquise no blog

Tradicionalista amigo!

Mande seu comentário, crítica, elogio ou sugestão para o e-mail: tradicionalismosemfronteiras@yahoo.com.br. Leia ou peça letras de música, vídeos, poesias, lendas e histórias.

Traduza o Blog Tradicionalismo Sem Fronteiras para línguas além fronteiras

SIGA-NOS PELO E-MAIL

Visualizações de página desde Junho de 2010