Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular

Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular
Use o Leitor QR Code do seu celular para abrir o link do blog no seu aparelho celular móvel

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Retoço sem Freio - César Oliveira (Música)


O bailão do Maragato

era um retoço sem frio

onde o chinaredo xucro

matreriava com os arreios

a indiada boleava a anca

gritando formas p'ras loca

que se guasqueavam de lombo

sentindo um ferro na boca

Vinha gente da reiuna

do Suspiro e do Wonboque

do Tiarajú e Vila Gomes

chegava gente de Estoque

se mesclavam aos da cidade

os que chegava da campanha

pra dá um tirão na bailanta

corre china e bebe canha.

Dom Adio chuliava o tranco

Das pinguanchas do Arrebalde

que nem tortuga de poço

esperando o golpe do balde

negro quebra o caborteiro

não nasceu pregado ao chão

galopeava numa tropilha

de coiceiros no facão

Este baile macharrão

começava quarta-feira

e se dessem boca pra o povo

dançavam a semana inteira

volta e meia se estranhavam

a lenha vinha por cima

peleavam e guardavam as armas

e seguiam na mesma rima

O chinaredo encruado

se alçava de rédea solta

e as loca pedindo boca

se faziam de revolta

faltava cancha prás véia

que atropelavam o vivente

Este cuchincho era o chão

dos que não morrem de raio

onde o rural e o povoeiro

dançavam e jogavam o táio

encontro do peão de estância

c'alguma changa atrevida

do olhar de gato paieiro

peito e anca repartida


Rádios Web

Rádios Web
Clique no rádio para conferir as rádios web gaúchas

Pesquise no blog

Tradicionalista amigo!

Mande seu comentário, crítica, elogio ou sugestão para o e-mail: tradicionalismosemfronteiras@yahoo.com.br. Leia ou peça letras de música, vídeos, poesias, lendas e histórias.

Traduza o Blog Tradicionalismo Sem Fronteiras para línguas além fronteiras

SIGA-NOS PELO E-MAIL

Visualizações de página desde Junho de 2010