Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular

Tradicionalismo Sem Fronteiras no seu celular
Use o Leitor QR Code do seu celular para abrir o link do blog no seu aparelho celular móvel

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Abrindo a Porteira - Jayme Caetano Braun (Poema)


Lê meu patrício, esta oferta,

Saída do coração...
E de fogão em fogão
Campeia a hospitalidade
Que encontrarás à vontade
No meu pago missioneiro
E bombeia o João Barreiro
Bicho guasca de verdade.

Repara o galo de rinha,

Ali na grama, cantando,
Que joga a vida peleando
Assim num tiro de pua...
Contempla a china charrua,
De cabeleira trançada,
Mais linda que a madrugada
Quando vem saindo a lua.

Dá uma tenteada, no mais,

No meu apero trançado,
Bem macio e conservado
Pela graxa de picanha;
Golpeia um trago de canha
E pega esse tirador
Traste de muito valor
P'ra quem lida na campanha.

Dá uma chegada sem pressa

Na venda do Bonifácio
E verás Tio Anastácio
Que viveu e morreu guacho,
Vê também o barbicacho
Este que levo comigo,
Presente do meu amigo
Lá do meu pago buenacho!

Olha o meu cinto de lontra

Curtido com pelo e tudo,
No qual carrego, fachudo,
Junto ao graduador campeiro,
A pistola e o dinheiro
Esses inventos do diabo
E onde sobressai ocabo
da faca marca coqueiro

Vais conhecer os segredos

Da medicina campeira
E na ruína missioneira
Verás, cheio de emoção,
O berço da Tradição
Do velho sangue xirú
Onde Sepé Tiarajú
Morreu de lança na mão!

E verás o vento xucro

Ponteando nuvens em rolo...
E o dicionário crioulo
Deste pago sempre moço;
O vocabulário grosso
Que lado a lado entrevera
A doma, o cusco, a tapera
E as canchas de jogo de osso!

E junto deste alambrado

Que por aqui se termina
Reponta o amor de china
Esse velho lenitivo.
E o meu verso primitivo
Terás todo empandilhado
Quando tiveres chupado
O chimarrão do estrivo!


Voltar
CATEGORIAS > Poemas > Letras
CATEGORIAS > Poemas > Compositores > Jayme Caetano Braun

Rádios Web

Rádios Web
Clique no rádio para conferir as rádios web gaúchas

Pesquise no blog

Tradicionalista amigo!

Mande seu comentário, crítica, elogio ou sugestão para o e-mail: tradicionalismosemfronteiras@yahoo.com.br. Leia ou peça letras de música, vídeos, poesias, lendas e histórias.

Traduza o Blog Tradicionalismo Sem Fronteiras para línguas além fronteiras

SIGA-NOS PELO E-MAIL

Visualizações de página desde Junho de 2010